slider img
slider img
slider img

Caros Iniciantes, como vão? Hoje falaremos sobre o fantástico conto: Venha ver o pôr do sol, escrito pela Lygia Fagundes Telles.  Para ...

Lygia Fagundes Telles e o seu pôr do sol

Caros Iniciantes, como vão? Hoje falaremos sobre o fantástico conto: Venha ver o pôr do sol, escrito pela Lygia Fagundes Telles. 

Para início de conversa, imaginem que depois de muito tempo vocês leitores, reencontrem um antigo namorado do tempo da adolescência, apesar de já estarem com outra pessoa ao seu lado atualmente. 

Pois bem, a audaciosa Raquel, a protagonista, decidiu ver novamente seu antigo amor em um lugar extremamente peculiar, um antigo cemitério. Sem que seu novo e riquíssimo marido descobrisse a sua fuga para rever seu antigo amante. Na hora, nossa personagem principal não aceita entrar no local tão sombrio. Mas após muita conversa e momentos de nostalgia, Ricardo finalmente a convence para então contemplar a beleza do fim da tarde nos céus.

Conforme a caminhada ia seguindo o seu curso, chegaram então a uma antiga capelinha. Lá se encontrava os entes queridos falecidos de Ricardo. Começou então, a contar a triste história de sua prima Maria Emília, cuja jovem havia falecido quando acabara de completar seus belos 15 anos. Decidiu mostrar sua antiga foto com seu lindo laço azul.

Porém quando Raquel se aproximou, para poder conhecer o rosto da bela menina, viu que sua data de morte, datava no meado dos anos 1800.

Na hora decide escapar da tal capelinha, porém do outro da porta encontrava-se Ricardo, dando-lhe adeus.

Espero que tenham gostado e até a próxima

Sra Mestiça


Oie iniciantes! Inicialmente gostaria de pedir desculpas pela ausência de novos posts no blog! Agora vamos ao que interessa, o post dia. ...

Grey's Anatomy: medicina, romance e caos

Oie iniciantes! Inicialmente gostaria de pedir desculpas pela ausência de novos posts no blog! Agora vamos ao que interessa, o post dia.
Recentemente comecei a assistir a essa incrível série chamada Grey’s Anatomy. Mesmo não tendo terminado ainda (por serem 13 temporadas), gostaria de compartilhar um pouco sobre o enredo.
Sinopse
Meredith Grey é aceita no programa de internos do Seattle Grace Hospital, um hospital escola,para comemorar vai para um bar nas redondezas do hospital e conhece um homem chamado Derek Shepherd, e logo descobre que ele trabalha no mesmo local que ela, ao vê-lo como cirurgião, e logo associou que havia passado a noite com um dos seus chefes. Enquanto enfrenta os desafios da vida profissional, ela se aproxima dos outros internos liderados pela residente Dra. Bailey: Cristina Yang, Izzie Stevens, George O'Malley e Alex Karev. Com o decorrer dos episódios e das temporadas, diversos romances, obstáculos e situações embaraçosas vão surgindo na vida dessa interna. E com todos os acontecimentos, ela descobre quem realmente são as pessoas de sua família e os médicos, cirurgiões e internos com quem ela trabalha.
“E até hoje, eu acredito que, na maior parte do tempo, o amor é uma questão de escolhas. É uma questão de tirar os venenos e as adagas da frente e criar o seu próprio final feliz.” 
Grey's Anatomy
Personagens:
Ator/ Atriz  Personagem
Patrick Dempsey
Derek Shepherd
Ellen Pompeo
Meredith Grey
Justin Chambers
Alex Karev
Chandra Wilson
Miranda Bailey
James Pickens Jr.
Richard Webber
Katherine Heigl
Isobel Katherine Stevens
Sandra Oh
Cristina Yang
T.R. Knight
George O'Malley


“Acontece, às vezes você tem que fazer a coisa errada. Às vezes você tem que fazer um grande erro para descobrir como fazer as coisas direito. Os erros são dolorosos, mas eles são a única maneira de descobrir quem você realmente é.”
Grey's Anatomy
Eu gostei muito da série (mesmo não optando o curso de medicina na faculdade), porém, eu recomendo para aqueles que se interessam pela medicina, ou que desejam conhecer mais sobre a vida de um médico, afinal, a série é sobre a correria de ser um interno, um médico ou até mesmo um cirurgião, das dificuldades e dos prazeres dessa incrível profissão e acima de tudo, como em todos os meus posts, que adoram um romance ou até mesmo romances caóticos.
E para finalizar, vou colocar uma das falas que mais amei, e que me fazem refletir todos os dias.
“Todos vamos morrer. Não podemos escolher como ou quando. Mas podemos decidir como iremos viver. Então, faça isso. Decida! Essa é a vida que você quer viver? Essa é a pessoa que quer amar? Esse é o melhor que você pode ser? Você consegue ser mais forte? Mais gentil? Ter mais compaixão? Decida! Inspire. Expire. E decida.” 
Grey's Anatomy

Espero que tenham gostado do post!


Giih

Saudações Inciantes - sejam humanos ou macacos! Hoje falaremos do livro do Planeta dos Macacos (que inspirou o filme de mesmo nome e hoje é...

Planeta dos Macacos (livro) - o que é ser a espécie dominante?

Saudações Inciantes - sejam humanos ou macacos! Hoje falaremos do livro do Planeta dos Macacos (que inspirou o filme de mesmo nome e hoje é mais famoso que o próprio livro, triste realidade). Enfim, espero que essa recomendação desse humilde bloggeiro sirva para mostrar ao grande público um pouco dessa obra! Vamos para a indicação do dia!
Dados: livro foi publicado em 2015 pela Editora Aleph e esta versão está incrível e foi usada para essa postagem. (Patrocina a gente Aleph!)

Resultado de imagem para planeta dos macacos livro

Já faz um tempo que tenho carregado a pergunta do título do post em meus pensamentos: o que é ser a espécie dominante? Recentemente vi um TEDx do escritor Yuval Noah Harari (autor do best-seller Sapiens: uma breve história da humanidade e de Homo Deus lançados aqui no Brasil pela LPM Editora e Cia. das Letras, respectivamente); o autor de Sapiens falava nessa palestra (que pode ser encontrada no YouTube facilmente, com ou sem legenda em português) como o Homo Sapiens Sapiens - que era um ser vivo que tinha relevância minúscula na natureza, sendo comparado a um peixe, uma lagartixa ou iguana -; se sobressaiu às demais espécies e hoje poderia extinguir a própria vida na Terra se bem quiséssemos? De lá para cá tenho me questionado os rumos que a humanidade tem levado e os seus resultados são catastróficos. E então li um livro que estava na minha estante faz um tempo: Planeta dos Macacos, de Pierre Boulle; e é mais ou menos nessa linha de questionamento que faço o post para vocês - e confesso estar bem contente por usar esse espaço virtual para isso, reflexões se mostram cada vez mais necessárias em tempos obscuros como o nosso.

Sinopse:

Ulysse Mérou, jornalista francês, viajava para o espaço acompanhado de seus colegas, o genial professor Antelle e Arthur Levain, jovem físico com futuro promissor; quando havista um planeta tão semelhante à Terra, seu planeta natal, que seria chamado de Soror (que significa irmã). O espírito aventureiro dos amantes da ciência não poderia deixar a descoberta do planeta passar despercebido. Ao entrarem no planeta eles encontram uma civilização parecida com a que eles conheciam, mas agora os macacos eram os governantes do mundo e os seres racionais, ao passo que os humanos eram criaturas bestiais.

Resultado de imagem para planeta dos macacos livro

A experiência de ler o livro:

O livro tem uma narrativa convidativa, que te prende à história pela sua leveza; é um livro recomendável e acessível para quem é iniciante nas leituras. Os capítulos são rápidos e diretos, não há devaneios por parte do autor nem do personagem, o que torna o livro muito dinâmico - creio que seja possível lê-lo em um dia, ainda que eu tenha prolongado por quase uma semana e meia a leitura; ao meu ver ele é aquele tipo de leitura para se fazer no ônibus, indo para a escola ou faculdade - precisamente o que eu fiz [risos].
O livro tem um início um tanto quanto estranho, esperava por começar minha experiência literária já inserido no planeta Soror, mas para minha surpresa o livro começa no espaço e com um casal se divertindo aproveitando a bela vista das estrelas, quando encontram uma mensagem na garrafa que é o relato do jovem Ulysse, então começa mesmo o livro. Se me incomodou? Não, achei uma forma interessante de apresentar a trama central.

Apesar de ser um livro simples (tanto em personagens quanto em enredo), Planeta dos Macacos nos levanta alguns questionamentos sobre a espécie humana, como por exemplo, o que nos faz humanos? Como surge (e acaba) uma civilização? A evolução das espécies legitima usar os "seres inferiores" como experimentos de laboratório? Quando paramos para pensar nesses pontos o livro ganha um outro olhar, um olhar antropológico, um olhar em defesa dos animais e um aviso importante: a humanidade pode acabar. Viver na bestialidade, consumindo besteiras que não nos fazem questionar, "por o cérebro para trabalhar", vai gerar mais bestialidade, e se não tomarmos cuidado poderemos acabar sendo os responsáveis por nossa degradação.

É isso pessoal, obrigado pela leitura! Gostou do que leu? Compartilhe com amigos e colegas e diga nos comentários o que achou! Abraços e até a próxima!

Olá, pessoal! Estes dias estava vendo Cisne Negro, pela milésima vez, e me lembrei dos post que sobre este filme. Fiz uma breve menção ao...

Perfect Blue: Distorção da Realidade

Olá, pessoal!
Estes dias estava vendo Cisne Negro, pela milésima vez, e me lembrei dos post que sobre este filme. Fiz uma breve menção ao filme de anime “Perfect Blue”, contando algumas das similaridades entre Nina, protagonista de Cisne Negro, e Mima, personagem principal de Perfect Blue. Mas fiquei pensando a acho que este anime merece um post só para si pelo seu intrigante suspense psicológico.
Resultado de imagem para perfect blue anime tumblr
Sinopse
Mima Kirigoe é uma cantora pop de uma banda CHAM!, mas seus produtores deidem por ela que deve abandonar a banda e virar uma atriz, tendo como primeiro projeto uma série de crime dramática. Muitos de seus fãs ficam chateados com sua decisão e uns deles, obcecado por Mima, começa a persegui-la e a enviar mensagens a chamando de traidora, além de ter criado um site que era como um diário de Mima e como se tivesse sido escrito pela mesma, dizendo que estava infeliz desde que saíra da CHAM!
 Decidida a ignorar tais fatos, ela se preocupa com sua personagem na série que sofrerá um sequestro em um dos episódios. Sem ter noção da possibilidade de ser afetada pela cena, Mima fica traumatizada e começa a não saber distinguir a realidade da ficção. Seu problema maior começa quando seus colegas de trabalho são assassinados e as provas apontam para ela mesma.

Satoshi Kon
Sinto que é bom começarmos falando do diretor deste filme já que foi de sua direção que saiu este filme. Perfect Blue é baseado no romance homônima de Yoshikazu Takeohi, havia um roteiro que seria usado para um filme (live action), porém surgiram problemas no início das gravações, portanto concederam à Satoshi liberdade criativa para trabalha com o roteiro original, desde que mantivesse os três aspectos principais da obra: fanatismo, terror e perseguição, uma vez que são estes os pontos que fazem a trama seguir e causam toda a quebra psicológica da personagem principal.
Já que no post de Cisne Negro (que vocês podem conferir aqui), eu fiz uma menção a Perfect Blue, pensei em fazer o mesmo aqui e falar do diretor Darren Aronofsky. Ele toma bastante inspiração dos filmes animes de Satoshi Kon, mas em especial de Perfect Blue, tanto que ele comprou, por cinquenta e nove mil dólares, os direitos desse anime e em seu filme “Réquiem para um Sonho”, ele fez uma cena onde a personagem esta na banheira e é evidente que ele a fez igualzinha à de Perfect Blue, como vocês podem ver aqui. Assim como Cisne Negro, vendo o anime e o filme podem ser observadas muitas similaridades, como a paranoia, o efeito reflexo, em Perfect Blue visível em Rumi e em Cisne Negro na mãe de Nina, mas falarei destes pontos depois.

Atmosfera do filme
É interessante observar que os primeiros minutos dos filme te levam a pensar que o filme trilhará um caminho cômico ou infantil, porém à medida que a história vai se desenrolando, vai sendo desconstruído todo conceito inicial que se tinha do filme. 
Resultado de imagem para satoshi kon tumblr
Definitivamente não é cômico ou infantil, é um suspense psicológico que te incomoda. Ao contrário de Cisne Negro, onde esse incomodo esta nas “transformações”  de Nina em cisne e nos barulho de penas saindo de seus braços, em Perfect Blue o que realmente coloca o espectador dentro da história e faz com que de alguma forma sinta o que Mima está sentindo esta no fato de não sabermos o que é real.
A partir do momento que Mima deixa a banda para entrar no mundo da atuação ela vai se comprometendo, seu senso de realidade e sua própria identidade se perdem. Essa atmosfera do filme nos deixa sempre com um sentimento de desconfiança que é precisamente o que a protagonista sente. 
Resultado de imagem para perfect blue anime tumblrExistem quatro “mundos”, por assim dizer, neste anime: o mundo dos sonhos, que é tudo o que Mima sonha, o mundo virtual, que é bem interessante até, pois este não é um anime recente, é de 1997 e é bem na década em que a internet estava se popularizando, portanto surgem diversos sites um deles (no anime) é o “Quarto de Mima”, onde estão informações dela, pensamentos e sentimentos, que a afundam ainda mais na paranoia. O terceiro dos quatro mundos que existem na história é o mundo da ficção que é a história da série de crime dramática em que Mima está trabalhando, e por último está o mundo real. 
Estes mundos são o que mais incomodam no filme, pois aparece, por exemplo, um assassinato, mas havia sido tudo um sonho, ou aparece Mima internada em um hospício, só que na verdade era uma cena da série que ela atua. Chega a ser estressante, pois o filme acaba e ainda existem questões no ar e dúvida sobre o que era real e o que não era.

Mima
Começarei falando que Mima não estava preparada para mudar de carreira assim. Ela não era a mais famosa das cantoras quando estava na banda CHAM! porém jamais teve que lidar com todo o estresse que foi o começo de carreira como atriz. 
Ela esta despreparada tanto em talento, pois vemos que sua primeira cena nesse seriado só tem uma fala sua e mesmo assim ela tem que repeti-la várias vezes em voz alta para me memoriza-la, quanto em maturidade. Quanto mais Mima vai entrando nessa nova carreira, mais vai se perdendo de si, mais perde seu senso de realidade, basicamente se afundando.
Como uma atriz novata ela deve submeter-se ao que o seu representante e o diretor querem que ela faça, mesmo que a tirem bastante de sua zona de conforto. E foi exatamente o que aconteceu quando a carreira dela não decolou de imediato, aceitou fazer cenas de alto conteúdo sexual, e vemos que ela está super desconfortável, e ainda faz um ensaio fotográfico erótico, tudo isso na esperança de fazer sua imagem como atriz ganhar reconhecimento. 
Mas nada disso ajuda e para piorar a situação ela mostra ser uma pessoa condicionada pelos outros, movida em grande parte pelo que os demais falam e pensam dela e essa cena juntamente com o ensaio fotográfico, além de serem trabalhos que a envergonham, tiveram uma tremenda rejeição dos fãs que alegam que Mima “está manchando sua imagem”.
Há um fã em especifico que fica extremamente irritado o famoso 100% putasso o conhecemos como Me-Mania. Desde o show em que Mima confirmava suas intenções de sair da banda que ele fica ainda mais obcecada por Mima. A aparência dele é meio bizarra e logo em seus primeiros minutos em “tela” ele dá a entender que quer a Mima. Enquanto ela cantava, ele colocou sua mão na frente e ficou parecendo que a protagonista estava em sua mão. Mas já quando Mima começa a atuar chegam umas “ameaças”, uma carta que era para ele, mas foi aberta por seu produtor explode e ele fica ferido, começam a chegar faxes na casa dela, indicando que Mima estava sendo observada e quem o estava fazendo não ficou nem um pouco contente com as decisões que ela havia tomado.

O Quarto de Mima e Me-Mania
Em meio a todo esse caos psicológico em que a garota esta envolvida, surge, no auge da popularização da internet, um site chamado “O Quarto de Mima”, era como uma espécie de tour pelo quarto da atriz. Ela a princípio acha engraçado e até fofo alguém criar um site e tentar adivinhar como era seu quarto, o que ela fazia, mas começou a perturba-la o fato de quem escreveu isto estava acertando onde estavam as coisas e ainda pior, sabia tudo o que Mima estava sentindo acerca dessa sua nova profissão. 
No site havia uma parte que servia como diário e lá haviam confissões sobre “seus arrependimentos ao mudar de carreira”, sua profunda tristeza, e escrevia tudo como se fosse a própria Mima, usando diversas vezes o “eu”. E este site é o comecinho desses vários “mundos”, pois quanto mais ela lia esse diário mais ela se questionava se realmente não tinha sido ela que o escrevera. Descobrimos mais para a frente, não que tenha sido uma grande surpresa, que o autor do site era o stalker Me-Mania que, como eu já disse, estava obcecado pela garota, ainda mais depois que ela saiu da CHAM!
Resultado de imagem para perfect blue tumblrMas não bastou para esse stalker recorrer ao terror psicológico, ele começou a atacar fisicamente, não a Mima, pois estava obcecado por ela, mas assassinou a sangue frio aqueles que haviam “manchado a imagem de Mima”, eram estes: o roteirista, que incluiu a cena onde ela trabalhava num bar de strip e foi estuprada; o produtor dela, que foi a pessoa que a fez sair da banda e finalmente o fotógrafo, que tinha tirado e publicado as fotos onde há um grande grau de nudez de Mima (vale lembrar que ela tinha concordado com todas essas decisões, mesmo não se sentindo confortável com elas). 
Ah! Se você ainda não viu este anime aqui começam a surgir spoilers então prossiga com cuidado. Há outro personagem, além do stalker, que não está nem um pouco feliz com o rumo que Mima deu à sua vida foi sua assessora, Rumi, ela mesma foi uma cantora que acabou não encontrando sucesso, é um efeito reflexo, ela quer ver seus sonhos concretizados através de outra pessoa, neste caso, a Mima (o mesmo acontece com a mãe de Nina em Cisne Negro, por exemplo). Revela-se mais tarde que ela é a pessoa que fez Me-Mania criar o Quarto de Mima, assassinar os três homens que destruíram a imagem dela e no final ainda tentou matar a garota, alegando que ela era a verdadeira Mima.
Rumi acabou não tendo sucesso em sua tentativa de se livrar de Mima, e alguns anos mais tarde ela aparece internada em um hospício, ainda vivendo a fantasia que criou em sua cabeça, que ela era Mima. Isto levanta uma questão sobre nossa identidade: ela é sempre a mesma, desde que nascemos até nosso último suspiro? Muda no decorrer da vida? Sabemos como ela será?


Por hoje é tudo pessoal! Espero que tenha gostado do post e se ainda não assistiram este anime corre pra ver, não vai se arrepender. E se você já viu, assista novamente!


L Quinn

O título dessa postagem traz uma mensagem especial: tudo faz sentido no final dessa série que recomendarei para vocês hoje. Dirk Gently:...

Dirk Gently: Holistic Detective Agency - No final tudo fará sentido!

O título dessa postagem traz uma mensagem especial: tudo faz sentido no final dessa série que recomendarei para vocês hoje. Dirk Gently: Holistic Detective Agency é uma série da BBC America que fez sua estreia no final de 2016 - existe a a primeira versão que é de 2010, mas não falarei dessa aqui. E é uma série que fala sobre o universo - não no estilo Cosmos (que logo mais devo postar aqui no blog), mas no sentido de "tudo é determinado ou todas as coisas ocorrem ao acaso?", um tipo de pergunta que provavelmente já passou pela sua cabeça em algum momento da sua vida (ou vai fazer); então venham comigo!


Resultado de imagem para Dirk Gently

Uma série ao acaso:

O termo holístico refere-se à holismo, um entendimento integral dos fenômenos, ou seja, tudo faz parte de um todo, como se toda ação que você fez fosse parte de algo maior - algo que não poderia ter sido diferente (ou sim, depende do multiverso. Nota do Escritor, NEs). A série veio até mim como uma recomendação de um canal que sigo no Youtube, atiçou minha curiosidade e fui assisti-la sem muitas expectativas e me surpreendi. A série é uma adaptação da obra de mesmo nome de uma lenda do mundo nerd: Douglas Adams; não conhece? Ele é o autor do livro O Guia dos Mochileiros da Galáxia! O que é uma bom indicativo de qualidade - afinal, se você é um nerd e NUNCA ouviu falar em Douglas Adams, algo está errado.

Por que deveria assistir Dirk Gently?

Resultado de imagem para dirk gentlyVamos aos pontos: é uma parceria da Netflix com a BBC. É uma adaptação do livro de Douglas Adams. Tem a presença de Elijah Wood (o Frodo de Senhor dos Anéis, aqui vivendo o protagonista Todd Brotzman) e Samuel Barnett (sendo o detetive Dirk Gently). É uma série de suspense com muita comédia e totalmente maluca - mas como dito no começo, "no final tudo fará sentido! Contém apenas 8 episódios prontos para serem maratonados. Tem viagem temporal e muitas teorias de conspiração.  Acho que isso já é bastante motivador, mas preciso falar ainda do enredo da série.

História:

Todd Brotzman é um cara que tem uma vida simples, ele é solteiro, não paga o aluguel da casa, trabalha num hotel. Durante seu turno no trabalho ele se depara com a cena de um crime que deixará sua vida de cabeça para baixo. Após ver algumas coisas estranhas, Todd volta para sua casa e se depara com Dirk Gently, o detetive holístico que faz de Todd seu assistente para lidar com esse crime estranho. Ao mesmo tempo ocorre uma trama paralela que envolve Bart Curlish (vivida por Fiona Dourif), uma assassina holística, que deseja encontrar o Dirk Gently!

Vale a pena?

Com essa história maluca, personagens divertidos, uma boa ficção científica, uma série bem amarrada e que deve ter sua 2ª temporada logo em breve, Dirk Gently é um respiro para as séries de detetive com um estilo mais colorido. Corra para assisti-la! Tem minha aprovação total!

Agora diga-nos se você ficou curioso, se gostou da série, o que acha que vai acontecer na 2ª temporada, se está ansioso e se esse post foi bom para você! 
Divulguem também para seus amigos!
Abraços do Tio Reverso

Hoje vamos elevar um pouco o repertório literário de nossos seguidores, hoje traremos um clássico da literatura russa: Fiódor Dostoievski. ...

"O sonho de um homem ridículo" de Fiódor Dostoievski

Hoje vamos elevar um pouco o repertório literário de nossos seguidores, hoje traremos um clássico da literatura russa: Fiódor Dostoievski. Dostoievski - ao lado de Liev Tolstói - é conhecido mundialmente como um dos grandes escritores da Rússia do século XIX (Era de Ouro da literatura russa); escreveu grandes clássicos da literatura mundial como "O Idiota", "Crime e Castigo", "Os Irmãos Karamazov" e "Memórias do Subsolo" que são livros densos, abordam dilemas morais, se aprofundam no psicológico de um assassino - especialmente em "Crime e Castigo". É claro que Dostoievski merecia um especial, um podcast e muitas postagens focadas unicamente em suas obras devido a sua complexidade, porém não temos recursos financeiros para comprar todos seus livros (sério, são caros) e nem temos um microfone bom o suficiente para gravarmos podcasts (que adoraríamos ter)! Resta-nos falar sobre um conto que pode ser achado facilmente na internet e é um bom começo para conhecer mais de Dostoievski - aliás é válido falar que o post contém spoiler pois é um conto do século retrasado! Procurem ler o livro e voltem para cá para comentar ou leiam todo o post para se empolgar para ler o livro. Enfim, vamos ao post!



(Resumo da obra)

O Conto fala sobre um homem que não vê sentido na vida, que não se anima para nada, que acha que tudo ao seu redor é indiferente, como se toda discussão fosse inútil e toda pessoa fosse indiferente para ele. Este homem decide então que se mataria numa noite, mas na mesma noite a personagem encontra uma criança que mudaria sua forma de entender a vida.


(A narrativa)

Resumir a história desse jeito faz parecer que ela é bem idiota, mas acredite, não é. Dostoievski é brilhante, nunca havia lido algo dele e começar por este conto é uma boa recomendação. A forma que o escritor aborda o tema do suicídio, do nilismo (a falta de sentido na vida), o quão pequena e vazia é a nossa existência, tudo isso é abordado de forma direta, no melhor estilo "curto e grosso". Quando a personagem conhece a criança ele percebe um sentimento de pena, de dó, o que lhe incomoda, afinal se tudo lhe era indiferente, por quê se procupar com uma garotinha? Aqui Dostoievski faz uma reviravolta incrível no conto.

Quando a personagem se prepara para se matar, ela acaba dormindo e aqui entra o sonho presente no título da obra. Nesse sonho o protagonista é levado à um novo mundo, onde as pessoas que ali viviam eram livres, felizes, amigas, sem discussões, todos alegres uns com outros - verdadeiramente alegres; o protagonista passa a se alegrar por elas, mas com a chegada dele veio a dor, mentira, tristeza, a separação e o paraíso que ali existia se tornou um inferno num piscar de olhos. O protagonista sofre com isso e acorda do sonho, agora ele busca mostrar ao mundo que é possível ter uma vida melhor, mas agora ele é chamado pelos seus colegas de ridículo. Lembramos da abertura do conto que diz…



Ao final da leitura pensei um pouco sobre a experiência, e pelo que entendi e refleti, parece que a mensagem por trás do conto é que é muito mais ridículo acreditar num mundo melhor, numa humanidade unida, do que perceber que a vida não faz sentido algum. É uma baita carga de pessimismo. Tentar achar o melhor do ser humano parece um sonho ridículo e utópico... Será? Este certamente é um tema para ser debatido e mostra o quão complexo os textos de Dostoievski podem ser.

Por hoje é só pessoal! Gostaram da postagem? O que acham sobre essa minha interpretação? Concorda? Teve outra interpretação? Diga nos comentários!
Compartilhem a postagem, siga-nos nas redes sociais e até mais!


Saudações leitores e leitoras de nosso blog! Como vão? Esperamos que estejam bem! Hoje o titio vai falar em nome de toda equipe algo bem sér...

Aviso da Equipe da Iniciativa Iniciantes

Saudações leitores e leitoras de nosso blog! Como vão? Esperamos que estejam bem! Hoje o titio vai falar em nome de toda equipe algo bem sério. Calma, não vamos parar o blog e não, não ganhamos na loteria. Após conversar com os membros da equipe entramos em acordo com o fato de que esse semestre tá tenso! Todos os escritores do blog são estudantes - todos mesmo! Não recebemos nada para fazer nossas postagens (infelizmente) e tem sido muito complicado lidar conciliar o blog com os estudos do Ensino Médio, cursinho para vestibular, faculdade e afins, por esse e por outros motivos, o blog está mais ausente. A equipe lamenta profundamente, mas os estudos são prioridade, e levando em conta que esse semestre é mais puxado que o anterior - por ter os vestibulares extremamente concorridos do país (vulgo Enem e tantos outros) -, o fluxo de postagens tende a diminuir - mas não por completo! Nossa meta é ter ao menos um ou dois posts por semana para vocês, mesmo com a situação apertada.

Ademais é válido falar sobre um assunto delicado: economia. É evidente que nosso país passa por uma situação complicada na economia e política, assim nós do blog também somos afetados, não temos capital suficiente para comprarmos um jogo de videogame em seu lançamento por exemplo (raramente isso ocorre, justamente pelo preço absurdo de um jogo de videogame no Brasil), o que pode decepcionar alguns seguidores do nosso site; também lamentamos por isso.

É isso senhoras e senhores, esperamos do fundo do coração que possam entender o momento. Fazemos o que fazemos por paixão, por nos sentirmos bem escrevendo sobre algo que nós gostamos - somos mais um site de recomendações do que um site de resenhas; estamos há 1 ano e meio nesse ramo, temos realizado algumas conquistas alegradoras graças ao nosso público - como um comentário na postagem, uma divulgação, um like na página do Facebook ou um email mandado para nós elogiando o trabalho, isso faz a diferença.
Tecnologia do Blogger.